Início POLICIA IRMÃO DO DONO DO CLUBE REAL NOROESTE É ASSASSINADO A TIROS NO...

IRMÃO DO DONO DO CLUBE REAL NOROESTE É ASSASSINADO A TIROS NO INTERIOR DE ÁGUIA BRANCA

Ismael Olímpio da Rocha

Um homem foi assassinado, por volta das 14h desta quarta-feira, 27 de março de 2019,no Assentamento Rosa de Saron, Córrego do Café, interior de Águia Branca.

A vítima foi identificada como Ismael Olímpio da Rocha, irmão do Fláris, dono do Real Noroeste.

Policiais militares compareceram no Assentamento Rosa de Saron, Córrego do Café, interior de Águia Branca, onde havia ocorrido um homicídio. Ao chegar no local os militares localizaram a vítima, já sem vida, caída ao solo.

Segundo narrativa da ocorrência policial, um homem identificado como João França havia efetuado disparo de arma de fogo contra Ismael.

Em contato com Joelva Neppel, que é irmã do acusado e ex esposa de Ismael, ela relatou que o motivo do homicídio seria sua separação.

Joelva e Ismael haviam se separado desde novembro de 2018 e estavam em processo de separação judicial. Ela tem uma “Medida Protetiva”, que determina que Ismael não poderia se aproximar dela em menos de 200 metros.

Joelva relatou que Ismael e seu irmão, João França, já estavam em desavenças, pois Ismael estava “colocando terror”, pressionando a família para resolver a situação da separação, exigindo uma quantia de dinheiro para que não fosse mais na propriedade.

Ismael Olímpio da Rocha

Segundo relatos, na tarde desta quarta-feira(27), João Françaestava no curral, como de costume, quando chegou em uma motocicleta Ismael Olímpio e de posse de um facão disse para João França que: “Hoje resolveria o problema ou de um jeito ou de outro”.

João França sacou uma arma da cintura e efetuou disparos  em direção de Ismael, que caiu no local de barriga para baixo. João França fugiu do local, tomando destino ignorado.

Ismael foi morto por sete disparos de arma de fogo que atingiram seu corpo.

Quando a Polícia Militar ainda estava no local, juntamente com os peritos, Joelva recebeu uma ligação de um número que foi passado para a Polícia e que disse a seguinte frase: “Viu o que você fez, agora vou atrás do seu irmão e vou acabar com ele”, desligando em seguida.